quinta-feira, 12 de junho de 2014

Uma doença que já foi diagnosticada no Japão, EUA e agora médicos brasileiros comentam sobre ela. Dos atingidos, 80% são jovens entre 16 á 25 anos. Sim, jovens Otakus e Nerds, se informem, vocês podem estar sofrendo de SPA.
SPA é a abreviação para SÍNDROME DO PENSAMENTO ACELERADO. Se desenvolve em pessoas de 10 á 55 anos e agrava a outras doenças também recentes, como a depressão, estresse e auto-suícidio onde o sujeito não se acha auto realizado e resolve tirar a própria vida para acalmar o pensamento. Recentemente uma pesquisa realizada apontou fanáticos por tecnologia (isso inclui Otakus, Nerds, Geeks e Programadores Autônomos) os que mais adquirem a SPA.

Considerada uma doença por alguns e um sintoma por outros, a síndrome é moderna e causada pela ansiedade e estresse do dia a dia de pessoas que trabalham, estudam, navegam muito pela internet, ou assistem muito conteúdo multimídia (seriados, filmes, animes, mangás, clipes no youtube, etc), aumentando a velocidade do pensamento. Podemos até dizer que a causa da SPA é o acumulo de informações e estimulos proporcionados pelo mundo moderno.

O pensamento deve estar sempre em uma velocidade adequada para gerar saúde emocional. No entanto, as intensas atividades da semana, a grande quantidade de informações que somos expostos diariamente, preocupações sociais, e a pressão de conseguir captar e fazer tudo dito anteriormente, acelera o pensamento. Apesar da pessoa estar exausta devido sua atividade e cobrança diária, não consegue se desligar dos afazeres e se esquece das suas necessidades físicas, como alimentar-se e dormir bem. Com isso os principais sintomas aparecem, como irritabilidade, dificuldade de concentração, falta de memória, fadiga, sono alterado, sentimento de insuficiência e dificuldade de sentir prazer na rotina diaria, o que afeta a convivência com a família.

Com a intensificação de meios de comunicação, como a internet e o celular, nós acabamos por ficar praticamente 24 horas no ar. Quando estamos no ônibus ou carro indo para o trabalho/escola, fones de ouvido estão a nos introduzir letras de músicas, quando estamos trabalhando falamos e ouvimos muitas pessoas e a troca de informação vem de maneira espontânea, chegamos em casa e ligamos o PC para vermos animes e ouvir música, ou digitar um texto nas redes sociais. Nesta hora do dia já tivemos informação suficiente para uma semana dentro do cérebro. E a rotina continua com blogs, acesso á sites, filmes no cinema e na TV, vídeo-game e aplicativos no celular. Quando vamos dormir parece até um sacrifício, já que deitamos pensando em acordar no outro dia. Fechar os olhos deveria ser algo tão simples, mas chega a ser decepcionante saber que aquele dia se vai sem que você tenha visto o último capítulo da série que gosta, ou deixar aquelas postagens descerem na sua página sem poder curti-las.

A primeira vista parece que a doença não é tão grave assim. Mas ao passar dos meses, a pessoa com a síndrome começa a se alimentar mais rápido. Um café da tarde que durava quase 1 hora sobre a mesa, dura menos de 10 minutos sobre o sofá em frente a TV. Um almoço que deveria ser degustado e bem mastigado, se torna um "prato de ração" em cima da mesa do PC. A absorção das informações também vão decaindo e entrando em um tipo de curto. Você olha aquela postagem engraçada no Face, da aquela gargalhada. Passado um tempo sabe que riu muito de algo, mas não se lembra do que era. Assiste á 3 episódios de um anime, e quando chega no quarto capítulo, já não se lembra oque acontecia no primeiro. As imagens, textos e sons passam tão rápido em sua mente que você absorve tudo ali na hora, sem memorizar bem oque presenciou. O cérebro acostuma e começa a fazer isso naturalmente com ações do cotidiano, como decorar o nome de alguém, lembrar o número da casa que acabou de ler, e até coisas minusculas, como ir ao mercado comprar 3 itens de cor, sem anotar, pode ser um extremo desafio.

Para tratar a SPA é preciso mudar o estilo de vida, como fazer exercícios físicos, ter alimentação saudável e momentos em família, além de treinar a emoção para o pensamento desacelerar. Tente marcar uma hora com você mesmo para se dedicar a ficar um tempo limitado na frente do PC, TV e celular. Jogos podem ser completados e jogados aos poucos, sem pressa para finaliza-lo. Que tal em vez de fazer aquela maratona vendo dezenas de capítulos da sua série preferida, você assista a 2 episódios por dia? Com o tempo livre, tente dormir um pouco, ou discutir algum assunto com um colega ou familiar, a diversão estará onde você for, mesmo se não tiver tecnologia.

"O estresse não é o mal do século. 
O mal do século é não saber administrá-lo" - Leila Navarro

Espero que tenham gostado do artigo! Se quiserem comentar a respeito ou discutir sobre fiquem a vontade. Abraço a todos! 


Agradecimentos á CUT-Osasco que ajudou na pesquisa sobre o SPA.




Renato Urameshi Renato Urameshi 
Escreve sobre anime e mangá desde os tempos de clube por cartas. Leitor nostálgico da Animax e derivadas, gosta de discutir assuntos polêmicos e de fundo jornalistico | Google +

2 comentários:

  1. eu fumo maconha e fico relax

    ResponderExcluir
  2. Caramba,estou com isso,certeza,todos os sintomas. Kkkkkk mas to nem ai

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre a leitura acima! Críticas educadas serão bem vindas!

Que bom que você veio! Obrigado pela visita!
Textos Originais. Leitura Inteligente.
Leitura Oriental (2014) Fan-site sem fins lucrativos.
Que cria conteúdo para fãs, ou apenas reproduz oque está na internet mundial. Links de sites de terceiro não são considerados reproduções nossas, e são de inteira responsabilidade do site que o link acessa.

Links Externos